quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 | | By: BestOfFutebol

Benfica vs Olhanense 5-0

Jardel é sinónimo de golo, pelo menos em Portugal, mas aquele que se prepara para jogar de águia ao peito até é defesa. De facto, este Benfica não parece estar a precisar de um goleador. A passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal foi confirmada com uma goleada ao Olhanense (5-0), resultado que comprova o bom momento da equipa de Jorge Jesus,

Foi a quinta vitória consecutiva do Benfica, que neste ciclo em vigor soma dezassete golos marcados (quase três golos e meio por jogo, em média), e apenas dois sofridos. A fábrica de golos parece estar reaberta.

Em aparente trânsito de um clube para o outro, Jardel acabou por ver o jogo nas bancadas da Luz, bem menos compostas do que é habitual. O ambiente, mais frio, acabou por contagiar o jogo, disputado a um ritmo lento, mas o Benfica dominou desde o início, sem que o Olhanense abdicasse do seu futebol aberto. Os remates apareciam em ambas as balizas, mas com claro ascendente das «águias», mesmo com três novidades no «onze» (Júlio César, Rúben Amorim e Airton fizeram descansar Roberto, Maxi e Javi García).

Cardozo só não inaugurou o marcador logo ao quarto minuto porque Ricardo Batista mostrou reflexos, e três minutos depois Coentrão rematou ligeiramente ao lado. Pelo meio houve reacção algarvia, pelo capitão Rui Duarte.

1ª Parte:

Deixe a sua opinião sobre este jogo

Foi no espaço de seis minutos que o Benfica conseguiu dois golos de vantagem, apontados pelos principais responsáveis pelo bom momento da equipa: Saviola inaugurou o marcador ao minuto 21, Salvio aumentou a contagem aos 27, com mais um belo remate cruzado. Um belo chapéu de Cardozo deixou a eliminatória arrumada ainda antes do descanso (40m).

A segunda parte foi apenas para cumprir o protocolo, com Aimar no lugar de Carlos Martins logo no reatamento. Com a equipa do Olhanense já rendida às evidências (esteve ainda mais distante do golo), e a precisar de reforços para compensar as saídas, o Benfica ainda conseguiu mais dois tentos.

Luisão avançou para a goleada, ao minuto 62, e Cardozo mostrou que, na Luz, mesmo com um Jardel a caminho, o sinónimo de golo é ele (80m).

2ª Parte:

Deixe a sua opinião sobre este jogo


Destaques Pessoais:

Saviola:
Ponto prévio: o que se vai escrever a seguir, números à parte, já foi dito. E o que se dirá depois, sobre Salvio e Cardozo, também. Mas aqui, é a vez de Saviola. El Conejo voltou a ser decisivo no Benfica, que é como quem diz, voltou a marcar, agora a abrir o marcador frente ao Olhanense. Igual a si próprio, Saviola entende como se joga entre linhas como ninguém, algo já visto e revisto desde 2009/10. Mas andava com falta de golo, nesta temporada. De repente, desatou a marcar e leva oito golos nos últimos oito jogos. Ou seja, só não facturou frente ao Schalke e, depois disso, leva sequência de quatro jogos seguidos a meter a bola nas redes. Fê-lo por seis vezes. Na Luz, nesta noite, ainda desmarcou Salvio para o 2-0 e Luisão para o quarto. Pequeno em tamanho, gigante em talento e golo. Leva o Óscar de protagonista, mesmo que repita o papel há vários jogos.

Salvio:
Registo incrível deste argentino nos últimos encontros. Nesta noite, frente ao Olhanense, começou por fazer um cruzamento milimétrico para Cardozo desperdiçar. Mais à frente, recebeu na direita, rematou cruzado e fez o segundo. Dali, já tinha apontado um golo ao Marítimo; agora fez outro aos algarvios, em mais uma exibição de encher o olho e em acordo com as últimas. No Maisfutebol, já lhe disséramos da importância de Salvio no Benfica pós Di-María e Ramires. Agora, é só juntar os números desta noite, ou seja, um golo e ainda o envolvimento no lance do 1-0 (para além de outras jogadas, obviamente). Naquele link, encontra um artigo a dizer que o camisola 8 não é nem o compatriota que joga no Real Madrid, nem o brasileiro do Chelsea. Não se queria dizer, portanto, que é menor que qualquer um deles, pelo contrário, pretende-se frisar que, falar de um e outro faz cada vez menos sentido. Graças a Salvio, claro.

Cardozo:
É o homem que dá título a este texto e, quase sempre, sentido ao ataque do Benfica: ou seja, golos! Nesta eliminatória da Taça de Portugal marcou mais dois. É certo que foi apenas o terceiro (e o quinto) a fazê-lo na Luz, nesta noite, mas também é uma certeza que os pontapés do Tacuara foram os mais bonitos. O primeiro foi tão bonito que Ricardo Batista nem o quis estragar e, assim, viu a bola fazer um arco por cima da cabeça. Cardozo correu para festejar com Alan Kardec, o habitual substituto do paraguaio, que, depois de Leiria, voltou a fazer mais dois na conta pessoal, ao apontar o 5-0, num remate acrobático (nos parâmetros do paraguaio). Já ninguém se lembra, talvez, mas o Tacuara tem o Óscar de melhor marcador estrangeiro do clube. É por isso que, com humor, dizemos que não se percebe muito bem porque o Benfica foi contratar um Jardel.

Gaitán:
Não marcou, mas assistiu. Mais do que isso até, lutou pela bola quando a perdeu e, agora, percebe cada vez melhor o papel que tem na extrema esquerda do Benfica. Não tem a rapidez do antecessor, mas, ao fim de vários meses, já entende o que é a linha de fundo e como combinar com Fábio Coentrão. No início, Gaitán parecia perdido; em 2011, parece ter encontrado o rumo. O talento sempre lá esteve. Ao que tudo indica, agora, está à vista de toda a gente. José Luis Fernández chegou do Racing, mas é o compatriota ex-Boca Juniors que agarra o lugar. Uma questão de concorrência ou de tempo na adaptação? Normalmente, diz o povo, o tempo é bom conselheiro¿

Rui Duarte:
O mais esclarecido do Olhanense e o mais voluntarioso. Rui Duarte tentou remar contra a maré vermelha, com alguns passes bem medidos para os colegas e ainda rematou com intenção à baliza de Júlio César. Não foi muito, mas foi o melhor que os algarvios fizeram na Luz, nesta Taça de Portugal 2010/11.





Destaques dos Treinadores:

[O treinador do Benfica, Jorge Jesus, em declarações após o jogo com o Olhanense, dos oitavos-de-final da Taça de Portugal, que os encarnados venceram por 5-0. O treinador abordou o grande momento de forma de Saviola e explicou as alterações, de modo a manter a equipa fresca para os próximos compromissos, com a Académica a ser agora o adversário seguinte, para o campeonato:]

«O Saviola está a crescer individualmente e o jogo torna-se mais fácil. Quando marcam domingo após domingo, os jogadores motivam-se. Ele está a ter também a pontinha de sorte que qualquer avançado precisa. Por isso, está a ser um Saviola ao nível do ano passado.»



[Acerca das mudanças no onze e a explicar porque jogou Airton e não Javi Garcia, que até falha o jogo com a Académica]

«Queria gerir a equipa de outra maneira, mas o jogo era difícil. Com o resultado, fui gerindo e, se pudesse, não fazia apenas três substituições. A ausência do Javi Garcia? Vocês sabem a razão. Ele não joga em Coimbra e, nessa medida, procurei dar minutos ao Airton, para ele ter mais competição. Tenho a certeza que ele vai estar melhor no jogo de Coimbra.»

[Como reage às declarações de Pinto da Costa (presidente do FC Porto), que disse que era seu amigo...]

«Não estou virado para isso, vamos falar sobre o jogo.»





O treinador do Olhanense, Daúto Faquirá, em declarações após o jogo com o Benfica da os oitavos-de-final da Taça de Portugal, que os encarnados venceram por 5-0, no mesmo dia em que Jardel saiu dos algarvios e transferiu-se para a Luz. O central já nem jogou pelo Olhanense, o que foi tema na conferência de imprensa:

«Se a goleada é justa? Claro, o Benfica marcou cinco golos e, quando se sofre cinco golos, pouco há a dizer. Mais golo menos golo, não me parece que seja relevante. O Benfica aproveitou as oportunidades que teve e depois jogou com o tempo e a várias nuances do jogo. Marcou cedo e isso tirou-nos qualquer possibilidade de disputar o jogo.»



«Vou procurar ser o mais justo para os meus jogadores. Justificar o insucesso com a ausência de A, B ou C é redutor. Estávamos em três frentes, e estamos a fazer um campeonato com muito mérito. Isto para justificar que nós, desde o dia 1, fizemos várias viagens ao Norte e isso traz custos. Hoje pagámos essa factura. Não era impossível ganhar ao Benfica, se as contingências estivessem a nosso favor. Mas o Benfica não nos possibilitou estarmos melhor, também devido a alguma passividade nossa. Sem tirar mérito ao Benfica não estivemos tão bem como queríamos.»

Mas como aprecia a transferência de Jardel no dia do jogo?

«São questões a ser colocadas a quem de direito. As minhas declarações serão restritamente sobre o jogo. Têm de falar com a direcção.»





Destaques dos Jogadores:

Fábio Coentrão, jogador do Benfica, analisa a vitória sobre o Olhanense (5-0), nos oitavos-de-final da Taça de Portugal:

«A chave é entrar sempre para vencer. Já tivemos alguns deslizes, esta época, mas estamos no bom caminho. Agora nos quartos-de-final é jogar para ganhar, pois o objectivo é ir ao Jamor e sair de lá com a taça. Esta vitória traz confiança, ainda para mais por 5-0. Agora vamos a Coimbra para vencer, como em todos os jogos.»



«Tivemos um momento mau, mas estamos perto do Benfica da época passada. Eu próprio sinto que não estou como podia estar. Sinto-me um pouco cansado, mas nos últimos jogos já me senti melhor.»

«Sempre acreditei que o Benfica não ia perder muitos pontos. Infelizmente, já perdemos alguns, e sabemos que não podemos perder mais.»

Airton, jogador do Benfica, analisa a vitória sobre o Olhanense (5-0), nos oitavos-de-final da Taça de Portugal:

[sobre o jogo com o Olhanense] «Tornámos esta vitória fácil. Corremos muito e dominámos.»



[sobre a luta pela titularidade] «Quando o Javi não pode jogar, tento aproveitar da melhor forma, ajudando a equipa.»

[sobre os objectivos para esta época] «Estamos à procura da perfeição. O início não correu bem, mas estamos a trabalhar.»

O avançado paraguaio Óscar Cardozo, autor de dois golos na goleada ao Olhanense (5-0), realçou que não foi uma partida fácil e que o grupo de trabalho apenas pensa jogo a jogo.

«Não foi uma vitória fácil. O Olhanense veio fazer o seu jogo, mas nós entrámos bem na primeira parte. No segundo tempo mantivemos o ritmo e conseguimos marcar mais golos», afirmou Cardozo.



O avançado paraguaio salienta que a equipa apenas está concentrada em cumprir os objectivos planeados: «Nós não pensamos na última época. Só pensamos jogo a jogo, sempre com o objectivo de vencer e é assim que vamos até ao final da temporada.»

Texto: maisfutebol




Blog Widget by LinkWithin

8 comentários:

Tacuara disse... [Responder a Comentario]

Ando com o feeling que o benfica anda a preparar o salvio para ir jogar para o porto na proxima época!

LeonoRleo disse... [Responder a Comentario]

Quanto custam 5 golos?????

75 mil euros mais 10% do passe de um jogador da equipa adversária!!

Jinhooooooooo AZULinhoooooooooo

Pedro Pereira disse... [Responder a Comentario]

Será que sou só eu que acho um desperdicio a contratação de Jardel??
Com Sidnei, Miguel Vitor, Fabio Faria e Roderick e agora Jardel, estaremos nós a fazer colecção de centrais, ele até pode ser bom, mas mesmo que o David Luiz saia em Janeiro ainda ficamos com Sidnei,Fabio Faria e Roderick porque o Miguel Vitor foi emprestado.
Vão mas é buscar o Bruno Gama, que esse é que fazia realmente falta para colmatar a saida de Salvio no fim da Temporada.
Não percebo o que vai na cabeca destes dirigentes porra.

Álvaro disse... [Responder a Comentario]

Pá... eu achava que os jogadores do Olhanense eram mais organizados.
Tanto tempo livre durante a tarde (90 minutos) e nem uma cartada jogaram, uma sueca, um joguito de bisca, uns tremoços, umas "bejecas", torresmos, não se lembraram de nada... uma tardinha desperdiçada, até podiam ter levado uma bola e faziam uma peladinha, tinham ali um relvado bom e 2 balizas, podiam mesmo ter aproveitado melhor a tarde...
Resolveram não fazer nenhum e ir á Luz ver o Benfica treinar...
Não são más estas viagens turísticas de Olhão até á Luz, não são muito caras até... só custam um passe de um jogador da equipa adversária....

tacuara disse... [Responder a Comentario]

@Álvaro
Ja devem estar esquecidos da convocatoria do caixinha do leiria contra o porto.
So mesmo pessoas com memoria curta é que mandam estas bocas!

BestOfFutebol disse... [Responder a Comentario]

@tacuaraSó mesmo benfiquistas para poderem colocar uma coisa dessas em duvida, mas é por essas e por outras que podemos e devemos colocar em duvidas os 2 penaltis do ano passado que o Zoro provocou no jogo contra o Benfica.

Ou da contratação do Jardel, ou do Jorge Ribeiro, quando no jogo que decidia a entrada na liga dos campeoes contra o boavista falhou um penalti infantilmente e que deu o acesso ao benfica, e já quando tinha um pre acordo com o benfica... Sem falar que não er ele que estava planeado para marcar o penalti, ele "obrigou" o colega a deixa-lo marcar, ou melhor falhar...

Tenham vergonha e nao cuspam para o ar... Porque o vosso telhado não é mais resistente do que o dos outros...

Álvaro disse... [Responder a Comentario]

@tacuara

oh Tacuara, tem calma... ehehe sempre com a mania da perseguição...

eu disse aquilo na brinca, é lógico que todas as equipas têm maus jogos e jogadores também, assim como há jogos extremamente felizes (exemplo disso é por exemplo a vitória do Nacional no Dragão).

Mas é engraçado constatar uma vez mais que vocês podem lançar suspeitas sobre o desempenho das equipas que defrontam o Porto, e nós já não podemos fazer o mesmo sobre as que defrontam o 5LB.
Deve ser proibido, não admitem outras opiniões.

Serviu para ver a tua reacção e da maioria dos adeptos do 5LB.

LeonoRleo disse... [Responder a Comentario]

@�lvaro

AH AH AH
:D

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?

Então agradecemos que comente este artigo que acabou de ler, a sua opinião é bastante importante para nós.
Nos comentários dos artigos escreva apenas o que for referente ao tema.