segunda-feira, 24 de janeiro de 2011 | | By: BestOfFutebol

Antevisão: Porto vs Nacional

O FC Porto não vai encarar o desafio frente ao Nacional (quarta-feira, 19h45) com espírito de «vingança». Quem o garante é o treinador André Villas-Boas, que abordou, em conferência de imprensa, o encontro que pode deixar os Dragões com 11 pontos de avanço no topo da classificação da Liga.


«Temos de ser clarividentes e criteriosos»

O FC Porto não vai encarar o desafio frente ao Nacional (quarta-feira, 19h45) com espírito de «vingança». Quem o garante é o treinador André Villas-Boas, que abordou, em conferência de imprensa, o encontro que pode deixar os Dragões com 11 pontos de avanço no topo da classificação da Liga.

Adversário motivado
«A motivação do Nacional vem do facto de, com esta jornada antecipada, poder colar-se às equipas que têm 28 pontos, o Guimarães e o Sporting, e confirmar a sua qualidade. É uma equipa extremamente competitiva, que obteve no Dragão os resultados que já conhecem e que nos cria grandes dificuldades. Temos de nos manter em estado de alerta, despertos e mostrar a nossa organização competente para triunfar e passar mais um jornada mantendo, pelo menos, a actual distância. Depois veremos o que se vai passar no Sporting-Benfica, em Fevereiro.»

Sem vingança
«É preciso cuidado com as palavras: quem mostra sinais de vingança e se quer transcender pode cometer erros e não queremos isso. Temos de ser clarividentes e criteriosos. Se somos alimentados só pela sede de vingança, podemos cair em vários erros. Nunca colocámos em causa a nossa competência, já levamos cinco vitórias consecutivas e caminhamos para a sexta. Para nós, um determinado número de vitórias consecutivas tem valor zero, porque é para isso que cá estamos. Temos apenas de somar triunfos e continuar na rota do sucesso.»



Derrota sem marca
«Apesar da derrota no encontro para a Taça da Liga [1-2], o jogo foi conseguido e completamente dominado por nós. Tivemos 60 por cento de posse de bola, 25 remates e muitos cantos. Nunca coloquei em causa a competência da minha equipa, por muito que alguns queiram falar deste Janeiro ‘periclitante’ do FC Porto.»

Não perca o Lançamento do Vídeo do Século sobre a Verdade Desportiva da época 2009 / 2010


Sem mercado
«Estamos satisfeitos com o que temos em termos atacantes. Muito dificilmente iremos recorrer ao mercado. Se o fizermos, é para pegar e fechar rapidamente. Em termos de pontas de lança, estamos muito satisfeitos com o rendimento do Walter. Tenho-o elogiado publicamente, aliás. Ele luta por mais minutos, mas enfrenta a concorrência do Falcao e do Hulk. Está a treinar bem e a ameaçar a entrada no ‘onze’ inicial.»



Miúdos e graúdos
«Esse assunto [desacatos no final do Benfica-Nacional] não nos diz respeito, mas sim à Comissão Disciplinar da Liga e a quem de autoridade. Cada um é responsável pelos seus actos. Registo apenas com curiosidade a discrepância das análises deste caso relativamente às minhas expulsões nos jogos com o Guimarães e com o Sporting. Eu era o miúdo que não sabia reagir à pressão, que tinha de ser expulso quando empatava e que não se sabia comportar. Afinal, o graúdo faz figuras piores. Deixo ao vosso critério a análise e a consideração, mas registo com curiosidade a discrepância brutal das conclusões tomadas e a preponderância que lhes foi dada.»

Junte-se a nós no Facebook contra o Moralismo e os Fundamentalismos que os vermelhos tanto apregoam...



Blog Widget by LinkWithin

1 comentários:

Álvaro disse... [Responder a Comentario]

Mais uma vez, o Villas-Boas ainda arranjou tempo para dar baile aos jornalistas.

Acho que eles já estão a pensar em ir ao Dragão fazer jornalismo em vez de propaganda á gaivota, tem-lhes corrido mal...

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?

Então agradecemos que comente este artigo que acabou de ler, a sua opinião é bastante importante para nós.
Nos comentários dos artigos escreva apenas o que for referente ao tema.