domingo, 7 de novembro de 2010 | | By: BestOfFutebol

Porto vs Benfica 5-0

Foi uma noite “5 estrelas” para o Futebol Clube do Porto aquela que se viu hoje no Dragão. A equipa Lisboeta começou por ser recebida pelos cravos (movimento ao qual os adeptos Portistas apareceram em peso à entrada do estádio e ao qual só não foi mais visível por intervenção da PSP, que praticamente tentou abafar a voz Portista), posteriormente levou um autêntico tango dentro dos relvados, sendo derrotada por uns expressivos 5-0, resultado que já não acontecia entre as duas equipas desde a famosa supertaça Cândido de Oliveira em 95/96, onde a equipa Portista derrotou equipa da Luz pelo mesmo resultado em pleno estádio da Luz.


O Tecnico Portista, como antes já anunciado, fez alinhar Guarín no centro defensivo do meio campo, enquanto que no resto do alinhamento foi constituído sem surpresas, alinhando com Helton na baliza, Sapunaru, Maicon, Rolando e Álvaro Pereira constituíam a linha defensiva, Moutinho Belluschi e Guarín eram o trio do meio-campo deixando para Hulk, Varela e o Colombiano “El Tigre” Falcao a tarefa de incomodar a defensiva da equipa das águias.

Quanto ao Benfica, o alinhou já constou de algumas surpresas, Jorge Jesus num 4-4-2 losângulo fez alinhar David Luíz no lado esquerdo, posição que ocupava mais vezes no Benfica de Quique Flores, deixou o centro da defesa a cargo de Luisão e Sidnei e o lado direito a Maxi Pereira, Aimar Carlos Martins, Fábio Coentrão e Javí Garcia ficando o ataque a cargo de Salvio e Alan Kardec, que substituiu mais uma vez o lesionado Cardozo, nesta equipa Benfiquista, destaca-se a ausência de Saviola, que ficou no banco de suplentes numa medida surpreendente por parte do técnico Jorge Jesus.

As equipas subiram ao relvado depois de Hulk receber o prémio de melhor jogador do mês de Outubro da Liga Zon Sagres e a história do jogo pode começar por definir-se por esta frase: o ataque do FCPorto, é demolidor ao ponto de fazer tremer qualquer defesa!


Os primeiros 45 minutos de jogo, foram caracterizados por uma intensa luta a meio campo, com o Benfica mais faltoso e o FCPorto num estilo de jogo calculista sempre à procura do erro do adversário, erro esse que aparece logo aos 12m, numa arrancada fulminante de Hulk que deixa David Luíz para trás, faz um passe recuado para dentro da área e que Varela, sem opositor, conclui com facilidade deixando o FCPorto em vantagem na partida.

O jogo avançava e ameaçava tornar-se num verdadeiro pesadelo para os jogadores da equipa da Luz, o Benfica não conseguia conter o fluido atacante do FCPorto e quando atacava, fazia-o sem a coordenação suficiente para ameçar a baliza Portista.
O segundo golo surgiu com naturalidade, aos 24m Belluschi surge na esquerda, troca mais uma vez as voltas a David Luíz e faz o centro que Falcao finaliza num calcanhar que foi tão estranho como espectacular, era cada vez mais evidente o domínio Portista no jogo.

O jogo corria de feição para a equipa Portuense, que logo após 4m de ter feito o segundo,num lance de contra ataque depois duma investida Benfiquista, mais um arrancada de Belluschi que mais uma vez tira o defesa benfiquista da frente, desta vez a vítima foi Sidnei, faz um passe rasteiro e Falcao, com uma finalização fantástica, aumenta o resultado do jogo para 3 bolas a zero.

A equipa Benfiquista estava completamente “perdida” dentro do campo, até ao final da primeira parte, destaca-se mais uns ataques perigosos da equipa Portista, nada que alterasse o resultado…pelo menos por enquanto.

Ao intervalo, Jorge Jesus quis rectificar as coisas na equipa, colocou Gaitán em campo no lugar de Sidnei, desceu Coentrão para o lugar de David Luiz que deslocou-se para o centro da defesa para fazer dupla com Luisão.



O inicio da segunda parte, mesmo depois de um galinha ter entrado em campo e de Roberto ser atingido por uma bola de golf (mais um acto condenável dos adeptos do Porto), não se revelou grande alteração no estilo de jogo Benfiquista e o rumo dos acontecimentos adivinhava mais do mesmo do que aconteceu na primeira parte.

A verdade, é que foi preciso chegar aos 59m para se conseguir ver Helton a fazer uma defesa digna desse nome, após um grande remate de primeira de David Luiz.

No entanto, o jogo continuava com o domínio de um FcPorto que controlou, dominou como quis ao ponto de enervar os jogadores da equipa do Benfica, aos 60m Varela cruza a bola após passe de Belluschi e Javi García parece cortar a bola com a mão dentro da área e aos 66m aconteceu o inevitável, a expulsão de Luisão, por vermelho directo, que após cortar o ataque conduzido por Guarín, atinge o Colombiano do Porto com uma cotovelada que o árbitro viu e que muito bem sancionou deixando o Benfica reduzido a 10 elementos.

Nem mesmo essa expulsão alterou o rumo dos acontecimentos, um jogo que se jogava sobretudo a meio campo, com um Benfica mais recuado e preocupado mais em defender-se dum ataque do FCPorto que semeava veneno e que ia ameaçando um quarto golo para a goleada, dos 49.810 espectadores do Dragão, já se ouviam “olés” aos 70m, até que 10 minutos depois, Coentrão alivia mal a bola, entrega-a a Hulk que não perdoa, com mais uma arrancada só é travado em falta dentro da área pelo mesmo Fábio Coentrão, penaltie a favor do Fcporto, que o próprio Hulk converte fazendo o seu nono golo na liga Portuguesa.

Veja as fotos do jogo aqui

Até ao final da partida ainda houve tempo para muita coisa: Moutinho leva um cartão amarelo por gestão, ficando de fora do próximo jogo, Ruben Micael, James Rodriguez e Walter entram em campo, rendendo Varela, Guarín e Belluschi e inevitavelmente, mais um golo para o FCPorto, aos 89m, Hulk tira Fábio Coentrão do caminho e remata forte e cruzado fazendo o resultado final para a equipa do Norte.

O jogo terminou segundos antes de fazer os 3m de descontos anunciados pelo árbitro Pedro Proença, que no capítulo disciplinar teve irrepreensível, deixando só passar em claro aquele lance ao qual parece haver grande penalidade contra o Benfica em que a mão de Javí Garcia fica em claro, no entanto é um lance discutível, que os adeptos concerteza terão interpretações diferentes consoante a sua cor futebolística.





CONCLUSÃO:
O FCPorto deixa a equipa da luz a 10 pontos à décima jornada, apesar de ainda estarmos no inicio e ser prematuro tirar elações, começa a ser longa e pesada a distância entre segundo e primeiro, num jogo em que foi completamente dominador e o resultado expressa bem aquilo que se passou dentro do Campo.

MELHOR EM CAMPO:
Pode-se dizer que a equipa Portista valeu como um todo, dentro das individualidades destaca-se Belluschi, Varela, mas sobretudo….O Incrível Hulk! Cada vez mais é notória a sua importância nesta equipa, o Brasileir joga, faz jogar e é quase sempre um verdadeiro quebra-cabeças para as defesas adversárias.

Texto: Hugo Pinto (BestOfFutebol)




Blog Widget by LinkWithin

10 comentários:

Tenente disse... [Responder a Comentario]

Foi um dos melhores jogos do nosso F.C.Porto. Só comparavel com o jogo com o Braga...
Parabens PORTO...
Somos os maiores...

Tenente disse... [Responder a Comentario]

Esqueci-me de felicitar o BestOfFutebol pelo excelente trabalho e pois claro, pelo excelente texto...
Abraço a todos, continuem...

Tenente disse... [Responder a Comentario]

mais uma vez...
http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=482759
deixo aqui mais uma "agressao" ao autocarro do benfica...
é azia...

Dragaopentacampeao disse... [Responder a Comentario]

Finalmente o FC Porto encontrou um treinador ambicioso e ávido, que não se contenta com o 1-0 da ordem, tem vontade e não tem medo de golear sem dó nem piedade. Que diferença...

Foi um jogo quase perfeito em que a raça e o espírito ganhador, galvanizaram os entusiastas adeptos portistas que também deram um espectáculo de cor e imaginação. Lindo!

Esta equipa demonstrou inequivocamente a grande diferença entre a qualidade do seu futebol sério, honesto, muito técnico e competente face ao do campeão dos túneis, enfatizado pela CS alienada e protegido despudoradamente pelo colinho dos árbitros e dos orgãos da Liga (foi assim que conseguiram todos os últimos títulos).

Termino com uma palavra de revolta, pela actuação do MAI. Vergonha e estupidez é o que me ocorre para classificar o aparato policial em redor deste encontro. Esta é no fundo a imagem da desorientação de um governo incompetente, liderado por proxenetas e vigaristas da pior espécie, que se governam à custa de um povo demasiado pacífico.

Um abraço

Anônimo disse... [Responder a Comentario]

O "DIA SEGUINTE" hoje deve ser engraçado...

TiagoRamos disse... [Responder a Comentario]

boa noite, antes de mais gostaria de pedir desculpas ao organizadores do movmento dos cravos... infelizmente e por motivos alheios a minha vontade nao pude estar presente e estar do lado de todos os dragoes que la estiveram.
quanto ao jogo em si, eu pensei que me ia dar uma coisinha má.
este ano temos uma equipa que nos faz sonhar, nao ha polemica nenhuma que tire o brilho e a vontade de vencer que estes Homens têm...

Anônimo disse... [Responder a Comentario]

@Anônimo

Já pus a gravar :-), não vá eu esquecer-me de ver!!! Vou gostar de ver o talibã (vice presidente do clube do regime) a espumar-se todo...e amanhã não esquecer, é a vez do chulo do cienasta!

Pedro Barbosa disse... [Responder a Comentario]

Apesar de ter bilhetes para o jogo não pude assistir ao mesmo por motivos familiares. Foi de facto um festival de bola que só demonstrou a VERDADE DESPORTIVA. De salientar o trabalho do árbitro que à excepção do penalti por assinalar por mão do Salcio esteve bem no plano geral, não dando assim desculpas nem asas à imaginação ao clube do regime.
Vi as fotos e o artigo do JN acerca do Movimento dos cravos e como não podia deixar de ser quero deixar aqui os parabéns pela iniciativa e sucesso da mesma.
Parabéns ao BestOfFutebol

ruben disse... [Responder a Comentario]

hj estive atento a ler o jornal o jogo...nem uma palavra à poupança que foi feita ao Kardec...e para cúmulo a ver o dia seguinte vejo o palhaçito do costume... com uma cara que metia dó a exigir a expulsão do maicon...esqueceu-se foi que se o Kardec tivesse levado o 2 amarelo como tinha que levar o maicon não teria ninguem sobre quem cometer falta...detalhes...

BestOfFutebol disse... [Responder a Comentario]

@Anônimo
Eu precisava da gravação do episódio do dia seguinte de ontem, podes-me arranjar?

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?

Então agradecemos que comente este artigo que acabou de ler, a sua opinião é bastante importante para nós.
Nos comentários dos artigos escreva apenas o que for referente ao tema.