segunda-feira, 29 de novembro de 2010 | | By: BestOfFutebol

O que teria acontecido?


Este fim de semana trouxe-nos uma jornada engraçada, principalmente se pensarmos o que aconteceria se fosse ao contrario... Quantos murros na mesa teriam sido dados, quantos pedidos aos sócios teriam sido feitos, quantas reuniões com a Administração interna teriam sido pedidas e principalmente quantas vezes teria que vir falar o pau mandado Vítor Pereira.

Ainda deve estar na memoria de todos, o que aconteceu depois do Guimarães vs Benfica, onde durante mais de uma semana, nao se falava de outra coisa... Então e agora? Nessa semana foi apenas um jogo, esta semana os erros existiram em 3 jogos, e e foram gravíssimos, no caso do Guimarães eu diria mesmo "GRITANTES"...

Gostava de ver e ouvir os jornais a falar disso e principalmente o Sr. Vitor ajoelhou Pereira, como o fez na altura, mas como sei que isso não vai acontecer, porque se trata do Benfica, nós aqui no BestOfFutebol resolvemos trazer a questão para a Blogosfera.

Para todos que não tiveram oportunidade de ver esta jornada, aqui ficam alguns dos lances polémicos desta jornada:

Golo do Sporting:


Lance Maniche:


Depois ainda temos um jogo onde estava presente um dos segundo classificado desta liga, que se não tivesse sido ROUBADO da forma como foi continuaria com certeza no segundo lugar:



Depois disto tudo, queria perguntar-vos o que acham que teria acontecido se fosse o Benfica que estivesse em 1º Lugar, e se houvessem estes lances todos...
E principalmente quais serias as declarações dos seus dirigentes e o quais seriam as capas dos jornais nos dias seguintes...

Recordo que hoje ninguém fala nisto, até parece que nada aconteceu... Será que, como querem fazer parecer é o FCP que tem o Poder?

Depois disto ainda temos a reacção do Jorge Jesus:



E pior que esta falta de educação e de poder de encaixe que o treinador do Benfica nos brindou, o jornalista da TVI ainda foi ameaçado por ter feito o seu trabalho:

Logo depois do flash interview, um segurança, supostamente ligado ao Benfica, ameaçou a integridade física do jornalista Hugo Cadete, da TVI, que instantes antes questionara Jorge Jesus sobre o momento actual dos encarnados. Tudo aconteceu à porta da sala de imprensa, numa altura em que o repórter se encontrava sozinho.

O director de campo do Beira-Mar e as forças de segurança foram alertadas para o facto, de forma a identificarem o autor da ameaça. Toda a equipa que acompanhava o jornalista teve de ser escoltada pela PSP até às respectivas viaturas, para que não surgisse mais qualquer contratempo.

Na zona mista, os responsáveis do Benfica foram confrontados com o sucedido e não quiseram fazer qualquer comentário.


Será que é com este tipo de comportamento, que depois tem a moral para pedirem Verdade Desportiva? Ou será que é esta a Verdade Desportiva que tanto falam, uma "verdade" que tem que ser imposta e que tem quando não aceite, os intervenientes são imediatamente ameaçados... Enfim, cada vez mais o Benfica se está a tornar num clube dirigido por pessoas ridículas...

Quero relembrar ao Jorge Jesus, que os monólogos e as entrevistas "combinadas" apenas acontecem na Benfica Tv. Os outros canais, têm jornalistas independentes e que tiraram o seu curso, com esforço e dedicação, e por isso não podem permitir que seja um interveniente a fazer o seu trabalho...

Texto: R.A (BestOfFutebol)

Blog Widget by LinkWithin

5 comentários:

Álvaro disse... [Responder a Comentario]

"Quem decide as perguntas que se faz sou eu!"

E Jorge Jesus vai-se embora (lembrou-se: Espera lá que isto não é a minha televisão e não combinei nada disto, de onde me saiu este?).

Isto é atitude de alguém com carácter? Mas não é surpresa, já tinham sido dados sinais pelo Manuel Machado. Combina com as pessoas que hoje em dia dirigem (e destroem) o clube.

Mas pergunto mais:

- Será esta atitude típica de alguém que se sente seguro no seu lugar? (como lhe foi perguntado)

- Será atitude típica de quem está com o apoio dos seus jogadores? (como foi perguntado)

E quem dirige o clube como só está a olhar para o próprio umbigo só vai notar quando for tarde de mais (e neste momento já não é cedo)

Tinham todos os benfiquistas a vangloria-los cegamente e agora estão a mostrar ao poucos o que realmente valem. Alguns já abriram os olhos e outros (embora muito poucos) nunca se deixaram cegar.

E ainda não estamos a meio da época......

Anônimo disse... [Responder a Comentario]

Antes demais: não sou benfiquista!

Mas neste caso até consigo compreender a atitude do JJ; Se estivesse no lugar dele, provavelmente teria a mesma reacção.
O jornalista tem todo o direito de perguntar o que bem entende, mas a verdade é que estava mais interessado a conseguir "manchetes escandalosas" do que fazer questões sobre o jogo.
O futebol jogado em Portugal até pode ser de qualidade elevada, mas na maioria das vezes o que interessa (e o que mais vende...) à comunicação social é discutir os foras-de-jogo, as grandes penalidades, as faltas (existentes ou não)... ou seja, tudo o que não deveria ser discutido depois de um jogo.

Penso que todos que gostam do jogo futebol, concordam comigo se disser que o "jornalismo" que a TVI nos proporciona todos os dias é: Fraco!

PS: Gostaria de ver esse jornalista a provocar um Van Gaal; Alex Ferguson; Trapattoni; Maradona...

Tenente disse... [Responder a Comentario]

@Anônimo
Nao acho que o jornalista o tenha provocado, até pelo contrario. Na ultima pergunta que o jornalista fez se o JJ tivesse somente respondido SIM, até esclarecia e apaziguava as coisas.
Ao ter uma reacçao destas mostra que algo nao vai bem ou que pode algo nao estar realmente tao bem como o ano passado.
E neste club já vimos disto antes.
Lembram-se do Fernando Santos?!? Num mes tinha todo o apoio e no outro a seguir levou uma facada e foi embora já com o seu lugar prometido ao Camacho...
Por isso o JJ nao está seguro.

Anônimo disse... [Responder a Comentario]

Pronto,sou Portista e gosto,também gosto de praticamente todas as modalidades desportivas,que sigo de uma forma aligeirada,acompanhando de forma mais incisiva o futebol,quer o jogado,quer o manipulado,quer o falado.Vem isto a propósito do "flash interview" com J.Jesus em Aveiro,que resumo em dois pontos:1º-os ditos "flash interview" são uma espécie de entrevista rápida a quente sobre o jogo a intervenientes no mesmo,logo,penso eu de que as perguntas que nada tenham a ver com o jogo jogado deverão ser feitas noutros locais,mas,também,penso eu de que todo o jornalista que se preze deve procurar a oportunidade de forçar a noticia bombástica,dentro dos limites da boa educação.2º-Cabe ao entrevistado,também,educadamente,não deixar escorregar as perguntas para terrenos lamacentos.J.Jesus deixou a entrevista ir escorregando para caminhos pouco convenientes para a sua pessoa e depois demonstrou toda a sua boçalidade e covardia fugindo.É a minha opinião,e,como disse sou PORTISTA e gosto.

Rui Miguel disse... [Responder a Comentario]

@Anônimo

Subscrevo na íntegra o seu comentário. É verdade que o Jorge Jesus peca por faltade humildade e devia ter a hombridade de assumir alguns erros na preparação da época que nos estão a custar caro e são da sua inteira responsabilidade. Agora não tem nada que responder a provocações e, de facto, se fosse um treinador de outra craveira o "jornalista" da TVI nem se atrevia a ser tão insolente, ou se o fosse, era brindado com um desprezo tal que não voltava a abrir a boca. Liberdade de imprensa é muito bonito mas não só acarreta também responsabilidade como acaba onde começa a liberdade do indivíduo, um limite que normalmente alguns "profissionais" dessa estação desconhecem. JJ tem muitos defeitos sim senhor, sobretudo ao nível da comunicação mas há limites. por fim, chamar "jornalismo" ao que normalmente se vê na TVI de facto, é ofender quem realmente dignifica essa profissão.

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?

Então agradecemos que comente este artigo que acabou de ler, a sua opinião é bastante importante para nós.
Nos comentários dos artigos escreva apenas o que for referente ao tema.